No roteiro inicial da minha viagem, eu planejava ir para Arequipa após Cusco, mas no dia da viagem eu cometi a loucura de mudar tudo. Eu tinha apenas 5 dias e 4 noites viajando e teria que estar em Lima para pegar o avião de volta (que foi emocionante, porque eu quase o perdi). No roteiro original eu pretendia pegar um ônibus até Arequipa e de lá até Lima, onde eu teria tempo de conhecer um pouco mais a cidade antes de voltar para o Brasil.

O problema é que no Loki, todos os viajantes falavam sobre como La Paz era incrível. Muitos deles estavam fazendo o caminho contrário ao meu, mas de tanto ouvir falar da cidade, me bateu uma vontade gigante de conhecê-la, então comprei uma passagem de avião Cusco/Lima (parte inesperada e cara da viagem) e uma passagem de ônibus para La Paz, onde eu pretendia passar 3 dias e 2 noites, peguei minha minha mochila e fui embora!

A viagem Cusco – Puno fiz pela Cruz del Sur e custou cerca de S./57. De lá, peguei um outro ônibus, dessa vez da empresa Titicaca, que me levaria até La Paz, passando por Copacabana. O trajeto até Puno foi até tranquilo, mas os ônibus que vão para a Bolívia são terríveis! E olha que eu sou bem pequena, para eu reclamar do tamanho das poltronas é porque o negócio era selvagem de ruim.

titicaca-bus-tickets

Copacabana é linda, uma cidade pequenina que dá acesso de barco à Isla del Sol, que infelizmente eu não tive tempo de conhecer, mas está nos meus planos voltar um dia com mais tempo para fazer um mochilão bem mais detalhado.houses-lapaz_3463639b

Confesso que fiquei bem assustada ao chegar em La Paz. A cidade não é bonita a primeira vista e o trânsito é um caos, é como entrar em uma grande favela, a arquitetura do local é um ponto que se destaca, com grande parte das casas inacabada, com tijolos à mostra.

No fim, eu amei La Paz! Foi um dos pontos mais altos da viagem, onde tive a sorte de ficar hospedada em um quarto cheio de pessoas incríveis que fizeram meus dias bem mais alegres.

Comments

comments